Actualidade

Um milhão por dia para proteger Donald Trump e a família

Esta é a despesa que cabe só à cidade de Nova Iorque, mais propriamente ao seu departamento de polícia, há ainda os custos com os serviços secretos 14614

Para proteger a futura primeira-família dos Estados Unidos, ou seja, a do Presidente eleito, incluindo o próprio, a cidade de Nova Iorque vai gastar mais de um milhão de dólares (cerca de 940.000 euros) por dia, disse o responsável pela segurança da cidade, John Miller. A protecção policial vai estender-se aos filhos adultos de Donald Trump e também aos seus netos.

Trump passará a ter residência oficial na Casa Branca, em Washington, mas já foi anunciado que tanto a mulher, Melania, como o filho do casal, Baron, ficarão a viver na Trump Tower, como até aqui. Tudo porque o rapaz de 10 anos frequentará o mesmo colégio onde já estudava, em Nova Iorque. O Presidente eleito também já fez saber que tenciona estar na cidade com frequência.

Além dos agentes do Departamento de Polícia de Nova Iorque (NYPD), toda a família contará também com a protecção dos serviços secretos. Neste momento, a segurança na zona da Trump Tower, na famosa 5ª Avenida, já é assegurada por equipas das duas forças, nomeadamente no controlo dos acessos ao edifício.

Na sexta-feira, 18 de Novembro, o mayor de Nova Iorque, Bill de Blasio, disse tratar-se de “uma tarefa substancial. Serão necessários recursos substanciais”, revelando ainda que brevemente teriam inicio “conversações com o governo federal” para solicitar que seja feito “o reembolso de parte das despesas que a NYPD está a suportar”.